Le apparizioni a Piedade dos Gerais (1987 - in corso) - testi originali: www.valedaimaculadaconceicao.com.br

Messaggio del 19.08.2018

Cari figli!
È una grande gioia per il mio cuore essere accolta con tanto affetto – questo affetto, questo amore, che sono dentro il vostro cuore. Io, Maria, la Madre di Piedade, la Madre che lotta e che cerca di accogliere tutti i figli nella pace, nella bella pace di Gesù, Gesù che è qui in mezzo a noi, nella brezza leggera.

Egli viene a noi per darci la gioia di questa domenica di grazie, di questa domenica di fede, affinché sentiamo, nel vento che passa, questa pace che Gesù vuole dare a tutti i cuori qui presenti. Specialmente ai figli che hanno scelto di dedicare questo giorno alla preghiera in questa Valle dedicata al mio Cuore Immacolato. Voi state facendo un cammino differente, una ricerca differente.

Gesù ha detto: “Io amo quelli che amano Dio!”. E vedo qui molto amore da parte di tutte le famiglie, di tutti i pellegrini, di tutti i visitatori, in questo incontro meraviglioso, in questo incontro di fede, che vi avvicina a Dio. È un incontro in cui possiamo sentire Dio in mezzo a tante tempeste presenti nella vita delle famiglie, soprattutto delle famiglie.

Oggi guardavo verso Gesù e lo pregavo per le famiglie. Questo è l’anno della fede, dell’unità. È l’anno in cui apriamo gli occhi e vediamo che la nostra famiglia è un giardino di Dio. Vedo questo giardino di Dio, sento questo giardino di Dio. Accolgo questo giardino di Dio e chiedo sempre a Gesù di avere cura di voi, perché da soli non ce la fate. Da soli vi ingarbugliate, vi confondete, vi perdete. Per questo, avete bisogno di Gesù.

È necessario che ci sia sempre molto perdono. Il perdono dev’essere nel cuore del giovane, del bambino, del padre e della madre. Il perdono è l’essenza di una vita nuova. Il perdono ci porta l’edificazione della persona nuova. È come quando un albero diventa vecchio ed è necessario piantare un albero nuovo. Così è il perdono nella nostra vita. Hai bisogno di distruggere tutto ciò che è vecchio, che pesa, che porta sofferenza, e portare la novità nella tua vita. Il perdono porta la grazia di essere creature nuove, di essere nuovi. Con il perdono facciamo nuove tutte le cose. È necessario praticare il perdono nella vostra vita. È necessario perdonare molte volte. È necessario andare sempre incontro a quella pecorella smarrita, a quella pecorella che ha bisogno del Buon Pastore.

Oggi è la domenica dedicata al mio Cuore, alla grazia di essere l’Immacolata Concezione, la Madre di Dio – quella che ha l’onore di venire sulla Terra in corpo e anima. Dio mi ha dato il privilegio di salire al Cielo e, oggi, poter essere qui in corpo e anima, portandovi la Parola di Dio, il messaggio del Cielo, che fa germogliare nella vostra vita il seme della grazia divina che è Gesù stesso, l’amore di Dio Padre e la luce del Divino Spirito Santo.

Questa domenica di oggi è molto speciale per me, figli! Perché il Signore ha fatto tutto nella mia vita. Ha compiuto ogni opera. Io ho una nobile missione, che è la lotta per il trionfo del mio Cuore Immacolato. Perché questa missione è nobile? Perché questo è il momento in cui il mondo è stanco. È il momento in cui le persone sono sofferenti. L’uomo ha tutto e, al tempo stesso, si vede davanti al nulla. Perché, molte volte, egli ha tante capacità, ma si sente così piccolo per salvare la nobiltà della felicità che egli possiede, che è la sua famiglia. Per questo, Gesù ha detto: “La famiglia è il giardino di Dio!”.

Siamo qui davanti a questo giardino di Dio. L’unica cosa che vedo in questo pomeriggio sono figli, figli di fede, figli che sono venuti a questo bellissimo incontro che si è sempre svolto nel corso degli anni. Voi avete imparato tanto, avete imparato che tutto è grazia di Dio. Anche uscire e contemplare la natura, sapere che Dio vi ha dato l’intelligenza, che vi ha dato la grazia del discernimento e vi ha dato la grazia di contemplare la grazia più grande, che è il dono della vita. La vita è un dono di Dio. Tutti voi avete ricevuto questo dono.

Che cosa bella è la preghiera del rosario dei bambini. Fa sì che voi giovani, madri, padri, missionari, vediate che il dono della dolcezza del mondo è nel bambino. Nei bambini è la grazia di portare la dolcezza, questo apprendistato di fede. Essi stanno imparando a pregare e insegnandoci a pregare. A volte pensi che la perfezione della preghiera stia nel dire le parole correttamente. Ma la perfezione della preghiera è volgere il pensiero a Dio. È avere la gioia di dire: “Padre, in questo momento voglio pregare! Voglio conversare con il Padre! Voglio affidare le mie necessità spirituali, materiali e temporali!”.

Dove fa male oggi in Brasile, nel mondo, nella mia casa, nella mia salute?

Tu che stai pregando per la tua salute fisica, del corpo, e anche per la salute della tua anima, del cuore. Stai chiedendo la grazia della liberazione da una malattia e anche la liberazione da un vizio, da una sofferenza. La preghiera ci conduce all’incontro con la Santissima Trinità. Possiamo sentire Dio qui in questa domenica: Dio Padre, Dio Figlio, Dio Spirito Santo. Possiamo sentire il calore della fede nel cuore di quelli che sono venuti, di quelli che sono qui presenti, chiedendo a Dio benedizione. Chiedendo a Dio protezione. Voi siete figli che portano nel cuore un unico sentimento: amore! Sentimento di amare la vita, rispettare la vita, avere cura di questo giardino, avere cura di questa casa, avere cura della mia famiglia.

Il Brasile è la tua casa, il mondo è la tua famiglia! Questo è il momento di pregare per il Brasile. Il Brasile è consacrato alla Misericordia, al mio Cuore. Gesù e Maria guardano il Brasile. E voi dovete pregare per il Brasile. Dovete pregare molto perché non sapete quale sarà la battaglia che il vostro paese dovrà affrontare, ma dovete essere pronti per vincerla. Quello che vince qualsiasi battaglia nel mondo è la preghiera. La preghiera vince il combattimento. Il nemico non ha paura delle armi da fuoco, ma fugge nel momento in cui tu preghi.

Prega per il tuo paese, prega per la tua casa, prega per la tua famiglia. Intercedi presso Dio per il mondo. Ci sono tante persone afflitte. Ci sono tante persone sofferenti, che piangono, che chiedono alla Madre di Piedade: “Madre, chiedi a Gesù per noi!”. E io chiedo, figli. Sono felice di chiedere a Gesù. Sono felice di benedirvi. Sono felice di venire qui ed essere ricevuta da voi in modo così caloroso.

Voi che siete venuti a questo incontro, che siete presenti a questo incontro, partecipando in modo vivo e conoscendo il cammino di Dio, la devozione e la fede. Voi siete una nazione di fede, un popolo di fede! Per questo la vostra nazione vincerà, perché avete fede. Quando abbiamo fede non esiste l’impossibile, esiste la grazia! Quando hai fede, la grazia arriva nella tua famiglia, la grazia arriva nella tua casa e nel tuo cuore. La fede muove il mondo. Così come questo sole arriva per scaldarvi, Gesù è la fonte che vi fortifica. La fonte che vi alimenta, che sazia la vostra sete e la vostra fame.

Tutti quelli che sono qui sono un solo cuore, pregando il Santo Rosario, una preghiera bellissima. Tanto che io, Maria, porto tra le mie mani il Santo Rosario, insegnando al mondo ad essere devoto al Santo Rosario e a pregare. Sono stati formati bellissimi apostolati in questa casa che è il vostro paese: devozione, preghiera, fede e vita nuova, figli!
Abbiamo bisogno di guardare verso Gesù e chiedergli di cambiare: cambiare il Brasile, il mondo, guarire il cuore delle persone. Togliere ogni avidità, ogni invidia, ogni gelosia, ogni malvagità, ogni menzogna, per essere una nazione di luce, come Gesù Cristo è!

Mi piacerebbe che chiudeste gli occhi al mondo e li apriste verso Dio, e conosceste Gesù. Gesù è la luce del mondo! Egli vi ama molto, figli! Il mondo attraverserà tenebre, ma vedrà la luce. Il mondo attraverserà prove, ma vedrà la grazia. Il mondo attraverserà battaglie, ma avrà la vittoria. Perché Gesù ti ama.

Ringrazia Gesù per il tuo sì, per essere qui oggi. Non tutti i figli vengono in questa valle. Vengono i figli di fede! Quando tu ricevi la chiamata per essere in un luogo in cui è Maria, per un mistero di Dio, per una grazia di Dio, la prima grazia che arriva al tuo cuore è la fede. Tutti voi che siete qui siete mossi dalla fede. È la fede che vi muove. È la fede che vi porta.

La Comunità Fraterna che vive qui è uno strumento di vita, con il suo esempio di vita. E deve esserlo, facendo quello che Gesù desidera in questi tempi di battaglia. Non è la fine del mondo, ma la grande vittoria di Dio contro tutto il male sulla faccia della Terra. Noi vedremo un nuovo mondo su tutta la faccia della Terra. Gesù vuole questo mondo nuovo per noi.

Per questo sono qui portandovi questa Parola, che è la Parola Divina, la Parola di Dio, la Parola che ci dà forza e coraggio. Sono qui per dirvi che il cammino è davanti a noi: Gesù Cristo! L’alimento è Gesù Cristo. Quello che dobbiamo fare è essere fedeli e obbedienti alla Parola di Dio. Pregare e agire, praticare il perdono in famiglia. Dobbiamo avere sempre il nostro cuore rivolto a Dio. Siate con i piedi sulla terra, ma con il cuore rivolto a Dio. Ogni giorno il nemico getta insidie sulla tua casa, sulla tua famiglia, e tu devi essere più forte che queste insidie. Indossa le vesti bianche del Santo Battesimo e cerca di avere il cuore veramente abbellito dalla bontà del Padre, dalla misericordia del Figlio e dalla luce del Divino Spirito Santo.

In questo momento voglio benedire i figli qui presenti in questo bellissimo incontro. Voglio dirvi che la persona che ha fede in Dio è salda. Perché niente, niente la scuote. Rimane sempre salda sul cammino, che Gesù Cristo è per il mondo.

Con gioia, voglio darvi la mia benedizione.

La Madonna benedice tutti i presenti mentre intonano il canto “Dacci la tua benedizione…”

Cari figli!
Ho benedetto tutti i figli qui presenti. Mentre vi benedivo, ho chiesto a a Gesù di benedire le vostre famiglie. Questo messaggio ci chiede di pregare per il Brasile, per il mondo, per ogni casa, per ogni famiglia che ne ha bisogno. Se tu guardi un giardino, vedrai che ha diversi fiori, diversi colori.
È questo che rende il giardino bellissimo. Ciò che rende il mondo bello è il dono che Dio ha dato ad ogni figlio. L’obiettivo di questi doni è unico: amore e pace! L’obiettivo di essere un giardino di Dio è che tu sia una famiglia che abbia amore e pace. Questa è la più grande ricchezza della vostra vita.

Ringrazio la Santissima Trinità per tutti i figli che sono venuti a questo bellissimo incontro. Ho benedetto tutte le motociclette qui presenti e i figli che sono venuti con esse, affinché portiate da qui l'amore di Maria e la misericordia di Gesù. Portate l’amore di Maria e la misericordia di Gesù nella vostra vita, con la certezza che Dio guiderà il vostro cammino. Questa via è Gesù stesso. Abbiate pace, siate saggi e non dimenticate la preghiera.

Rimanete sotto la protezione di Dio Padre, di Dio Figlio e di Dio Divino Spirito Santo!

I fiori sono stati benedetti per la guarigione e liberazione di tutti i malati nel corpo nell’anima!

Ecco la Serva di Dio, la Madre di Piedade, ed ecco che il Signore mi chiama!


Mensagem de 19 de Agosto de 2018

Queridos filhos!
É uma grande alegria para o meu coração em ser acolhida com tanto carinho – esse carinho, esse amor, que estão dentro do coração de vocês. Eu, Maria, a Mãe de Piedade, a Mãe que luta e que busca acolher todos os filhos na paz, na linda paz de Jesus, que também está aqui no meio de nós, na brisa mansa.

Ele chega até nós para nos dar a alegria deste domingo de graças, deste domingo de fé, para sentirmos, no vento que passa, essa paz que Jesus quer dar a todos os corações aqui presentes. Especialmente a estes filhos que hoje dedicaram este dia para estarem em oração neste Vale dedicado ao meu Coração Imaculado. Vocês estão fazendo uma caminhada diferente, uma busca diferente.

Jesus disse: “Eu amo aqueles que amam a Deus!”.  E vejo aqui muito amor por parte de todas as famílias, de todos os romeiros, de todos os peregrinos, neste encontro maravilhoso, neste encontro de fé, que lhes aproxima de Deus. É um encontro no qual podemos sentir Deus em meio a tantas tempestades presente na vida das famílias, principalmente das famílias.

Hoje eu olhava para Jesus e lhe pedia pelas famílias. Este é o ano da fé, da unidade. É o ano em que nos despertamos para ver que nossa família é um jardim de Deus. Vejo esse jardim de Deus, eu sinto esse jardim de Deus. Eu acolho esse jardim de Deus, e peço sempre a Jesus para cuidar de vocês, porque sozinhos vocês não conseguem. Sozinhos vocês se atrapalham, vocês se confundem, se perdem. Por isso, vocês precisam de Jesus.

É necessário existir sempre muito perdão. O perdão precisa existir no coração do jovem, da criança, do pai e da mãe. O perdão é a essência de uma vida nova. O perdão nos traz a edificação da pessoa nova. É como aquela árvore que está ficando velha e você precisa plantar uma nova árvore. Assim é o perdão em nossa vida. Você precisa destruir tudo o que é velho, que pesa, que traz sofrimento e trazer o novo para sua vida. O perdão traz a graça de sermos novas criaturas, de sermos novos. Com  o perdão fazemos novas todas as coisas. É preciso trabalhar o perdão na vida de vocês. É preciso perdoar muitas vezes. É preciso sempre ir ao encontro daquela ovelha perdida, daquela ovelha que precisa do Bom Pastor.

Hoje é o domingo dedicado ao meu coração, à graça de ser a Imaculada Conceição, a Mãe de Deus – aquela que tem a honra de vir à Terra de corpo e alma. Deus me deu o privilégio de subir ao Céu e, hoje, poder estar aqui presente de corpo e alma, trazendo para vocês a Palavra de Deus, a mensagem do Céu, que faz com que flua na vida de vocês a semente da graça divina que é o próprio Jesus, o amor de Deus Pai e a luz do Divino Espírito Santo.

Este domingo de hoje é muito especial para mim, filhos! Porque tudo o Senhor fez em minha vida. Ele fez toda a obra. Eu tenho uma nobre missão, que é a luta pelo triunfo do meu Imaculado Coração. Por que essa missão é nobre? Porque este é o momento em que o mundo está cansado. É o momento em que as pessoas estão sofridas. O homem tem tudo e, ao mesmo tempo, se vê diante do nada. Porque, muitas vezes, ele tem tanta capacidade, mas se sente tão pequenino para  resgatar a nobreza da felicidade que ele tem que é a sua família. Por isso, Jesus disse: “A família é o jardim de Deus!”.

Estamos aqui diante desse jardim de Deus. A única coisa que eu vejo aqui nesta tarde são filhos, filhos de fé, são filhos que vieram para este encontro belíssimo que sempre tem ocorrido no decorrer dos anos. Vocês têm aprendido tanto, têm aprendido que tudo é graça de Deus. Até sair e contemplar a natureza, saber que Deus lhe deu inteligência, que lhe deu a graça do discernimento e lhe deu a graça de contemplar a graça maior que é o dom da vida. A vida é um presente de Deus. Todos vocês aqui são agraciados por esse presente.

Que coisa linda é a oração do terço das crianças. Faz com que vocês jovens, mães, pais, missionários enxerguem que está na criança o dom da doçura do mundo.  Nas crianças está a graça de trazer a doçura, esse aprendizado de fé. Elas estão aprendendo a orar e nos ensinando a orar. Às vezes, você acha que a  perfeição da oração é em dizer as palavras corretamente. Mas a perfeição da oração é colocar seu pensamento em Deus. É ter a alegria de dizer: “Pai, neste momento eu quero orar! Eu quero conversar com o Pai! Eu quero entregar as minhas necessidades espirituais, materiais e temporais!”.

Onde dói hoje no Brasil, no mundo, em minha casa, na minha saúde?

Você que está aqui pedindo pela sua saúde física, do corpo, e também pela sua saúde da alma, do coração. Está pedindo a graça da libertação de uma enfermidade e também da libertação de um vício, de um sofrimento. A oração nos conduz ao encontro da Santíssima Trindade. Podemos sentir Deus aqui neste domingo: Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo. Podemos sentir o calor da fé no coração daqueles que vieram, daqueles que estão aqui presentes, pedindo a Deus a bênção. Pedindo a Deus a proteção.  Vocês são filhos que carregam no coração um único sentimento: amor! Sentimento de amar a vida, respeitar a vida, cuidar bem desse jardim, cuidar bem dessa casa, cuidar bem de minha família.

O Brasil é a sua casa, o mundo é a sua família! Este é o momento de vocês orarem pelo Brasil. O Brasil é consagrado à Misericórdia, ao meu Coração. Jesus e Maria olham pelo Brasil. E vocês devem orar pelo Brasil. Devem orar muito porque não sabem qual será a batalha que seu país irá enfrentar, mas vocês têm de estar prontos para vencê-la.  O que vence qualquer batalha no mundo é a oração. A oração vence o combate. O inimigo não tem medo de armas de fogo, mas foge no momento em que você ora.

Ore pelo seu país, ore pela sua casa, pela sua família. Peça a Deus pelo mundo. Há tantas pessoas aflitas. Há tantas pessoas sofridas, chorando, pedindo à Mãe de Piedade: “Mãe, peça a Jesus por nós!”. E eu peço, filhos. Eu sinto alegria em pedir a Jesus. Eu sinto alegria em abençoar a vocês. Eu sinto alegria em chegar aqui e ser recebida por vocês de forma tão calorosa.

Vocês que estão aqui neste encontro, vieram para este encontro, participando de forma viva e conhecendo o caminho de Deus, a devoção e a fé. Vocês são uma nação de fé, são um povo de fé! Por isso a sua nação vencerá, porque vocês têm fé. Quando temos fé, não existe impossível, existe graça! Quando você tem fé, a graça chega em sua família, a graça chega em sua casa e em seu coração. A fé move o mundo. Assim como este sol vem para lhes aquecer, Jesus  é a fonte que lhes fortalece. A fonte que lhes alimenta, que sacia a sua sede e a sua fome.

Todos que estão aqui são um só coração, orando o Santo Terço, uma oração belíssima. Tanto que eu, Maria, trago em minhas mãos o Santo Terço, ensinando ao mundo a ser devoto do Santo Terço, do Santo Rosário e a orar. Têm se formado belos apostolados nesta casa que é o país de vocês: devoção, oração, fé e vida nova, filhos!
Precisamos olhar para Jesus e pedir a Jesus para mudar: mudar o Brasil, o mundo e curar o coração das pessoas. Retirar toda a ganância, toda a inveja, todo o ciúme, toda a maldade, toda a mentira, para sermos uma nação de luz, como Jesus Cristo é!

Gostaria que vocês fechassem os olhos para o mundo, e os abrissem para Deus, e conhecessem Jesus. Jesus é a luz do mundo! Ele ama muito vocês, filhos! O mundo vai passar por trevas, mas verá a luz. O mundo vai passar por provas, mas verá a graça. O mundo vai passar por batalhas, mas terá a vitória. Porque Jesus ama você.

Agradeça a Jesus  pelo seu sim, por você estar aqui hoje. Não é qualquer filho que vem a este Vale. Vêm aqui os filhos de fé! Quando você recebe o chamado para estar em lugar em que Maria está, por um mistério de Deus, por uma graça de Deus, a primeira graça que chega até o seu coração é a fé. Todos vocês que estão aqui são movidos pela fé. É a fé que move vocês. É a fé que traz vocês.

A Comunidade Fraterna que aqui vive, é um instrumento de vida, com seu exemplo de vida. E deve ser, fazendo aquilo que Jesus deseja nestes tempos de batalha. Não é o fim do mundo, mas a grande vitória de Deus contra todo o mal na face da Terra. Nós veremos um mundo novo em toda a face da Terra. Jesus quer esse mundo novo para nós.

Por isso, eu estou aqui trazendo para vocês esta Palavra, que é a Palavra Divina, a Palavra de Deus, a Palavra que nos dá força e coragem. Estou aqui para dizer para vocês que o caminho está à nossa frente: Jesus Cristo! O alimento é Jesus Cristo. O que temos de fazer é sermos fiéis e obedientes à Palavra de Deus. Orar e agir, praticar o perdão na família. Devemos ter sempre nosso coração voltado para Deus. Estejam com os pés na Terra, mas com o coração voltado para Deus. A cada dia o inimigo lança as armadilhas sobre a sua casa, sobre a sua família, e você tem de ser mais forte que essas armadilhas. Vista as vestes brancas do Santo Batismo e procure ter o coração verdadeiramente agraciado pela bondade do Pai, pela misericórdia do Filho e pela luz do Divino Espírito Santo.

Neste momento eu quero abençoar os filhos aqui presentes neste encontro belíssimo. Quero lhes dizer que firme é a pessoa que tem fé em Deus. Porque nada, nada lhe abala. Sempre permanece firme diante do caminho, que Jesus Cristo é para o mundo.

Com alegria, eu quero dar-lhes a minha bênção.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!
Eu abençoei a todos os filhos aqui presentes. Quando eu lhes abençoava, eu pedia a Jesus que abençoasse as suas famílias. Esta mensagem nos coloca a orar pelo Brasil, pelo mundo, por cada lar, por cada família que precisa. Se você olhar para um jardim, verá que ele tem diversas flores, diversas cores. E é isso que faz o jardim bonito. O que faz o mundo bonito é o dom que Deus deu a cada filho. O objetivo desses dons é único: amor e paz! O objetivo de você ser um jardim de Deus é que você seja uma família que tenha amor e paz. Essa é a maior riqueza da vida de vocês.

Agradeço à Santíssima Trindade por todos os filhos que vieram, por esse belíssimo encontro. Abençoei a todas as motos aqui presentes e os filhos que nelas vieram, para que vocês levem daqui o amor de Maria e a misericórdia de Jesus. Levem  o amor de Maria e a misericórdia de Jesus para a vida de vocês, com a certeza de que Deus vai guiar o caminho  de vocês. Esse caminho é o próprio Jesus. Tenham paz, sejam sábios e não se esqueçam da oração.

Permaneçam sob a proteção de Deus Pai, de Deus Filho e de Deus Divino Espírito Santo!

As flores foram abençoadas para a cura e libertação para todos os doentes do corpo e da alma!

Eis aqui a Serva de Deus, a Mãe de Piedade, e eis que o Senhor me chama!

Altri messaggi tradotti