Le apparizioni a Piedade dos Gerais (1987 - in corso) - testi originali: www.valedaimaculadaconceicao.com.br

Messaggio del 18.02.2018

Cari figli!

Con grande pace, sapienza e amore, viviamo quest’anno della fede e dell’unità sotto la protezione della Santissima Trinità e anche della Sacra Famiglia. In modo speciale, mettiamo nelle mani di Gesù tutti i pellegrini qui presenti. Chiedo a Gesù che sia presente nel cuore di ogni pellegrino. Ogni figlio che è qui, è qui per volontà di Dio. È stato Dio che ti ha portato fin qui. Molti nemmeno sapevano della grazia che avrebbero ricevuto. Gesù vi ama e vi porta la grazia di poter stare alla Sua presenza, guidati dalla luce dello Spirito Santo. Tutti quelli che sono qui, vengono adesso illuminati dallo Spirito Santo.

Chiedi allo Spirito Santo che ti illumini, perché siete nel tempo della giustizia. Questo tempo della giustizia è serio. L’umanità coglierà quello che ha seminato. In verità, il mondo non ha seminato cose belle, bensì cose tristi: divisioni, indifferenza, disobbedienza. L’umanità coglierà quello che ha seminato. È inutile che tu voglia cogliere nel giardino della tua casa qualcosa che non hai seminato.

La giustizia di Dio è correttissima. A volte ti interroghi sulle tue sofferenze. Ma esse possono essere la conseguenza della tua disobbedienza a Dio.

Sei obbediente?

Quando sei obbediente, puoi anche attraversare una sofferenza, ma non discuti. Stai in silenzio e chiedi forza al Padre. Quando ti lamenti della tua sofferenza, puoi essere pienamente consapevole del fatto che stai seminando e cogliendo quello che hai seminato. Certamente la tua semina non è stata secondo la volontà di Dio.

La volontà di Dio per i giorni di oggi è che l’umanità ricorra alla preghiera, che sia vigile. Nessuno sa quale sarà la sofferenza che verrà per la Terra: materiale, temporale o spirituale. Non si sa quale di queste tre colpirà di più il mondo in questo momento.

Devi stare in preghiera. Rifugiati tra le braccia di Gesù Misericordioso. Perché questo è anche il tempo della misericordia. Siamo nel tempo della giustizia e della misericordia, siamo nell’anno della fede e dell’unità. La fede ci avvicina a Dio e l’unità rappresenta l’unione necessaria per vincere le grandi battaglie.

Per vincere le grandi tristezze che verranno per l’umanità, è necessario che vi teniate per mano. Ogni famiglia deve prendersi cura dell’unità familiare, soprattutto adesso che siete nel tempo della quaresima. Questo è un tempo di silenzio, di riflessione, di maturazione. Dio vuole la tua conversione. Gesù vuole tirarti fuori da questo pantano di dolore in cui ti trovi. Egli non mancherà di rispetto alla tua libertà. Egli ti ha dato la libertà di scelta. Dì: “Voglio essere di Dio!”.

Se vorrai essere di Dio, Egli ti illuminerà come Padre, Figlio e Spirito Santo. Non perirai nelle tenebre. Anche se il mondo è nelle tenebre, tu non perirai. Ma è necessario che ascoltiate il mio grande avvertimento: pregate e vigilate!

Il tempo della giustizia è un tempo grande, nel quale i disegni dal Padre sono differenti dai vostri. La volontà di Dio deve stare al primo posto. Voi passerete per grandi prove, che sono la conseguenza di quello che l’umanità ha seminato. È inutile sognare un Brasile bellissimo in un mondo bellissimo. Tu sai che il mondo ha seminato sofferenza. È necessario avere sapienza ed essere pronto per vincere la sofferenza, e avere coraggio per cambiare vita.

A partire dal momento in cui decidi di essere un uomo di Dio, tu ricevi la benedizione di Dio. E Dio avrà misericordia dell’umanità. Perché, se verrà per il mondo la sofferenza che l’umanità ha seminato, nessuno riuscirà a sopportarla. È tanta sofferenza. Un essere umano che si ritiene pronto, non è pronto come dovrebbe esserlo.

L’umanità è pronta per le cose belle. Nessuno è pronto per la sofferenza, per le difficoltà, per le perdite. Sarà un tempo di difficoltà. Sarà un tempo di molta unzione, perché avrai la presenza di Gesù, che sempre ti condurrà e proteggerà.

Ma questo è già il momento in cui iniziate ad aprire gli occhi ai segni di Dio sulla Terra. Saranno visibili, anche quelli che riguardano la mano di Dio sui suoi figli perseveranti, soprattutto su voi pellegrini. Perché, voi che arrivate qui, ripartire con una vita di preghiera. Imparate a pregare in famiglia, a guidare i bambini e i giovani a una vita di preghiera.

I padri e le madri devono avere una vita di preghiera, perché la preghiera è la vostra forza. Quando preghi, ti avvicini a Dio. Il nemico non riesce ad avvicinarsi a chi ha una vita di preghiera. La preghiera è la tua difesa – la preghiera del Santo Rosario. È la tua difesa. È come un’arma in una guerra. Nella battaglia che devi affrontare oggi, la tua arma è il Rosario. È l’arma che combatterà il demonio. Per quello che chiedi in preghiera, ricevi immediatamente la grazia.

Chiedete nella vostra preghiera che Dio vi liberi da tutte le persecuzioni e le trappole del demonio. Soprattutto nel tempo della quaresima è necessario maturare di più. È necessario fare momenti di preghiera e digiuno.

Esistono diversi modi di fare digiuno. Uno di essi – quello che Gesù ci chiede di più – è il silenzio. Evitare le parole di giudizio. Tu che vivi nel peccato, esci da questa vita di peccato. In questo tempo di quaresima, Gesù ti chiama a una vita di santità.

Gesù ti darà più grazie quando vincerai il peccato, che è la tentazione. La carne, la debolezza della carne, è il bersaglio principale. Ma devi essere forte. Se desideri avere una vita santa come padre, madre, sacerdote, religioso o religiosa, devi seguire le orme di Gesù Cristo. Sa cadi, rialzati! Perché tutti voi siete deboli, umani, e sbagliate. Ma avete la forza per vincere la debolezza con la preghiera. Con la preghiera del Santo Rosario.

Inizia a pregare e affida la tua vita a Dio. Dì: “Spirito Santo! Vieni a illuminarmi!” Ed Egli verrà. Egli ti illuminerà. Egli viene a te con quei raggi di luce dei Sette Doni affinché tu possa combattere i peccati capitali. È necessario che tu abbia questo coraggio, questa fede viva. Vai avanti con Gesù, che sta qui nella brezza leggera. Togli il peso della tua sofferenza interiore: divisioni, prove, vizi. Mettiti completamente - cuore, anima e corpo - metti tutto il tuo essere alla presenza della brezza leggera. Iniziamo questo tempo di quaresima con Gesù.

Facciamo del tempo di quaresima un tempo di gioia, preghiera e silenzio! La nostra gioia è stare alla presenza di Dio. Dio è Padre! Posso sentire qui, oggi, in questo momento, che Dio è Padre! È per questo che sono qui in corpo e anima, guardando il cuore dei figli che sono qui e che hanno sete di Dio, che sono assetati delle benedizioni di Dio, delle parole che portano vita e speranza.

Nel messaggio riceviamo dal Cielo il coraggio per andare avanti, anche se adesso hai il cuore triste, sofferente. Ma sappi che Dio vuole vederti felice! Il mondo vuole che ti rattristi, ma Dio vuole che ti rallegri. In questo tempo di quaresima, viviamo un tempo di amore intenso di Gesù per noi. Gesù ha fatto la volontà del Padre con gioia. Egli ha amato immensamente la volontà del Padre, quella di essere l’Agnello di Dio che ha tolto e toglie il peccato del mondo.

La nostra gioia è nella presenza di Dio. Per questo, abbiamo bisogno di avere una vita di sapienza, in questo tempo di quaresima. A causa del rumore del mondo è necessario avere la pienezza del silenzio. Dobbiamo avvicinarci a Dio attraverso il silenzio, la preghiera, la fede, la carità – fare sempre un atto di carità. La carità maggiore è verso te stesso. È facile dare da mangiare a chi ha fame. Difficile è dare da mangiare al tuo cuore affamato della luce che è Gesù.

Alimentati di questa luce che è l’Eucarestia, che è il Pane Vivo disceso dal Cielo e che sta in mezzo a noi. Fai un’esperienza spirituale bellissima, cerca la confessione. Affidati a Dio con il cuore, perché il tempo della giustizia è in mezzo a noi.

Preparatevi, figli miei! Perché Gesù è molto vicino a noi. Dobbiamo essere pronti per incontrarci con Lui.

In questo momento, con grande affetto, desidero benedirvi.

La Madonna benedice tutti i presenti mentre intonano il canto “Dacci la tua benedizione…”

Cari figli!

Vi ho benedetti con affetto. Io, Maria, vi invito, vi chiamo alla vita di preghiera in questo tempo di silenzio. Ma Gesù non ci vuole tristi. Ci vuole umili, preparati, con il cuore gioioso per la Sua presenza in ciascuno di noi. Non può essere triste il cuore che ama Dio veramente. L’amore di Dio è presente nella vita di tutti. Questo Padre ti ama. Questo Padre ti ama immensamente.

I fiori sono stati benedetti per la guarigione e liberazione di tutti i malati nel corpo e nell’anima. Chiedo a Gesù che benedica tutti questi fiori e che, nella sua Misericordia infinita, sia presente nel cuore di tutti quelli che ricevono questi fiori con tanta fede e amore, con la certezza che il Cielo oggi sta riversando grazie, grazie e grazie sul mondo.

In questo tempo pregate molto per il Brasile, che è un paese che avrà immensamente bisogno della fede e dell’unità.

Faccio gli auguri a quanti oggi compiono gli anni! Che Gesù vi benedica. Che possiate portare da qui Gesù ad ogni cuore, ad ogni anima.

Che tutti rimangano nella pace con la benedizione di Dio Padre, di Dio Figlio e di Dio Spirito Santo; in questa domenica dedicata alle famiglie.

Che Dio benedica tutte le famiglie del mondo. Che la Sacra Famiglia copra con il manto dell’amore della Famiglia di Nazareth tutte le famiglie. Amen!

Ecco la Serva del Signore, la Madre di Piedade, ed ecco che il Signore mi chiama.


Mensagem de 18 de Fevereiro de 2018

Queridos filhos!

Com grande paz, sabedoria, amor, vivenciamos este ano da fé e da unidade sob a linda proteção da Santíssima Trindade e também da Sagrada Família. De modo especial, vamos colocar nas mãos de Jesus a todos os peregrinos aqui presentes. Peço a Jesus que esteja presente no coração de cada peregrino aqui. Todo filho que está aqui, está pela vontade de Deus. Foi Deus que lhe trouxe até aqui. Muitos nem sabiam da graça que iriam alcançar. Jesus ama vocês e lhes traz a graça de poder estar na presença dEle, conduzidos pela luz do Espírito Santo. Todos que aqui estão, estão sendo iluminados pelo Espírito Santo.

Você vai pedir ao Espírito Santo que lhe ilumine, pois vocês estão no tempo da justiça. Esse tempo da justiça é sério. A humanidade colherá aquilo que plantou. Na verdade, o mundo não tem plantado coisas lindas, mas sim, coisas tristes: divisões, indiferenças, desobediências. A humanidade colherá aquilo que tem plantado. Não adianta você querer colher do jardim de sua casa algo que não plantou.

A justiça de Deus é corretíssima. Às vezes, você se questiona sobre seus sofrimentos. Mas eles podem ser consequência de sua desobediência a Deus.

Será que você está sendo obediente?

Quando é obediente, você pode até passar pelo sofrimento, mas não vai questionar. Você vai silenciar e pedir forças ao Pai. Quando reclama de seu sofrimento, pode ter plena consciência de que está plantando e colhendo o que você plantou. Com certeza o seu plantio não foi segundo à vontade de Deus.

A vontade de Deus para os dias de hoje é que a humanidade se volte para a oração, que esteja em vigília. Ninguém sabe qual será o sofrimento que virá para a Terra: material, temporal ou espiritual. Não se sabe qual desses três irá atingir mais o mundo neste momento.

Você tem que estar em oração. Coloque-se nos braços de Jesus Misericordioso. Pois, este é também o tempo da Misericórdia. Estamos no tempo da justiça e da Misericórdia e no ano da fé e da unidade. A fé nos aproxima de Deus e a unidade representa a união necessária para que sejam vencidas as grandes batalhas.

Para vencer as grandes tristezas que virão para a humanidade é preciso que vocês estejam de mãos dadas. Toda família deve zelar pela união familiar, principalmente agora, em que estão vivenciando o tempo da quaresma. Este é um tempo de silêncio, de reflexão, de amadurecimento. Deus quer a sua conversão. Jesus quer tirar você dessa lama de dor sob a qual você se encontra. Ele não vai desrespeitar a sua liberdade. Ele lhe deu a liberdade de escolha. Diga: “Eu quero ser de Deus!”.

Se você quiser ser de Deus, Ele vai lhe iluminar, como Pai, Filho e Espírito Santo. Você não perecerá nas trevas. Mesmo que o mundo esteja nas trevas, você não perecerá sob elas. Mas é necessário que atendam ao meu grande alerta: orem e vigiem!

O tempo da justiça é um tempo maior, no qual os desígnios do Pai são diferentes dos seus. A vontade de Deus deve estar em primeiro lugar. Vocês passarão por grandes provas devido às consequências do que a humanidade plantou. Não adianta sonhar com um Brasil lindo, com um mundo lindo. Você sabe que o mundo plantou o sofrimento. É preciso ter sabedoria e estar preparado para vencer o sofrimento e coragem para mudar de vida.

A partir do momento em que você decide ser uma pessoa de Deus, você passa a ter a bênção de Deus. E Deus terá misericórdia da humanidade. Porque, se vier para o mundo o sofrimento que a humanidade plantou, ninguém vai suportar. É muito sofrimento. Um ser humano que se diz preparado, não está preparado como precisaria estar.

A humanidade está preparada para as coisas boas. Ninguém está preparado para o sofrimento, para as dificuldades, para as perdas. Será um tempo de dificuldades. Será um tempo de muita unção, porque você terá a presença de Jesus sempre a lhe conduzir e proteger.

Mas, este já é o momento de vocês começarem a abrir os olhos para os sinais de Deus na Terra. Serão visíveis, inclusive, no que diz respeito à mão de Deus sobre seus filhos perseverantes, principalmente, sobre vocês peregrinos. Porque vocês que chegam aqui, saem com uma vida de oração. Aprendam a orar em família, a conduzir as crianças e jovens a uma vida de oração.

Os pais e as mães devem ter uma vida de oração porque a oração é a força de vocês. Quando você ora, se aproxima de Deus. O inimigo não consegue chegar perto daquele que tem vida de oração. A oração é a defesa de vocês – a oração do Santo Rosário. É sua defesa. É como uma arma em uma guerra. Diante da batalha que você enfrenta hoje, a sua arma é o Rosário. É a arma que vai combater o demônio. Aquilo que você pede em oração, recebe a graça de imediato.

Peçam na oração de vocês que Deus os livre de todas as perseguições e as armadilhas do demônio. Principalmente no tempo da quaresma é preciso ter um amadurecimento maior. É preciso fazer momentos de oração e jejum.

Existem várias formas de fazer jejum. Uma delas – a que Jesus mais nos pede – é o silêncio. Evitar as palavras de julgamento. Você que vive em pecado, saia dessa vida de pecado. Neste tempo da quaresma, Jesus lhe chama a uma vida de santidade.

Jesus lhe dará mais graças quando você vencer o pecado, que é a tentação. A carne, a fraqueza da carne, é o alvo principal. Mas você deve ser forte. Se você deseja ter uma vida santa como pai, mãe, sacerdote, religioso ou religiosa tem de caminhar sobre as pegadas de Jesus Cristo. Se cair, levante-se! Porque todos vocês são fracos, humanos, erram. Mas têm força para vencer a fraqueza com a oração. Com a oração do Santo Rosário.

Comece a orar e entregue a sua vida a Deus. Diga: “Espírito Santo! Venha me iluminar!” E Ele virá. Ele vai lhe iluminar. Ele vem até você com aqueles raios de luz dos Sete Dons para você dar combate aos pecados capitais. É preciso que você tenha essa coragem, essa fé viva. Siga adiante com Jesus, que está aqui na brisa mansa. Tire o peso de seu sofrimento interior: divisões, provações, vícios. Coloque-se por completo, coração, alma, corpo – todo seu ser sob a presença da brisa mansa. Vamos iniciar este tempo da quaresma com Jesus.

Vamos fazer do tempo da quaresma, um tempo de alegria, oração e  silêncio! Nossa alegria é estar na presença de Deus. Deus é Pai! Posso sentir aqui, hoje, neste momento, que Deus é Pai! É por isso que eu estou aqui de corpo e alma, olhando para o coração dos filhos que estão aqui com sede de Deus, sedentos pelas bênçãos de Deus, pelas palavras que trazem vida e esperança.

Na mensagem, recebemos do Céu a coragem para seguir adiante, mesmo que você esteja agora com o coração triste, sofrido. Mas saiba que Deus quer ver você feliz! O mundo quer que você se entristeça, mas Deus quer que você se alegre. Neste tempo da quaresma, vivemos um tempo de amor intenso de Jesus por nós. Jesus fez a vontade do Pai com alegria. Ele amou imensamente a vontade do Pai, de ser o Cordeiro de Deus que tirou e que tira o pecado do mundo.

Nossa alegria está na presença de Deus. Para isso, precisamos ter uma vida de sabedoria neste tempo da quaresma. Devido ao barulho mundano é preciso ter a plenitude do silêncio. Devemos nos aproximar de Deus pelo silêncio, pela oração, pela fé, pela caridade – fazer sempre um ato de caridade. A maior caridade é com você mesmo. É fácil dar de comer a quem tem fome. O difícil é dar de comer ao seu coração faminto da luz que é Jesus.

Se alimente dessa luz que é a Eucaristia que é o Pão Vivo que desceu do Céu e está no meio de nós. Faça uma vivência espiritual belíssima, que seja uma busca pela confissão. Se entregue a Deus de coração porque o tempo da justiça já está no meio de nós.

Preparem-se meus filhos! Porque Jesus está muito perto de nós. Devemos estar preparados para nos encontrar com Ele.

Neste momento, com grande carinho, eu quero lhes abençoar.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Eu lhes abençoei com carinho. Eu, Maria, lhes convido, lhes chamo à vida de oração neste tempo de silêncio. Mas Jesus não nos quer tristes. Ele nos quer humildes, preparados, com o coração alegre pela presença dEle em cada um de nós. Não pode ser triste o coração que ama a Deus de verdade. O amor de Deus é presente na vida de todos. Esse Pai lhe ama. Esse Pai lhe ama imensamente.

As flores foram abençoadas para a cura e libertação de todos os doentes do corpo e da alma. Eu peço a Jesus que abençoe a todas estas flores e que, com sua Misericórdia infinita, esteja presente no coração de todos os que recebem estas flores com tanta fé e amor, com a certeza de que o Céu hoje está derramando graças, graças e graças sobre o mundo.

Durante este tempo ore muito pelo Brasil, que é um país que vai precisar imensamente da fé e da unidade.

Parabenizo aos aniversariantes de hoje! Que Jesus abençoa a cada um que está aqui completando anos de vida. Que vocês levem daqui Jesus em cada coração, em cada alma.

Que todos permaneçam em paz sob a bênção de Deus Pai, de Deus Filho e de Deus Espírito Santo; neste domingo dedicado às famílias.

Que Deus abençoe a todas as famílias do mundo. Que a Sagrada Família cubra com o manto do amor da Família de Nazaré a todas as famílias. Amém!

Eis aqui a Serva do Senhor, a Mãe de Piedade, e, eis que o Senhor me chama!

Altri messaggi tradotti