Le apparizioni a Piedade dos Gerais (1987 - in corso) - testi originali: www.valedaimaculadaconceicao.com.br

Messaggio del 31.05.2002

Cari e amati figli!
In questo momento di preghiera, per prima cosa mi sento immensamente felice.

Questo mese è un mese molto speciale per il mio Cuore di Madre perché, come vi ho detto, sono felice di essere vostra Madre. Sono immensamente felice di aiutare ognuno di voi a vincere.
E sono sicura, figli miei, che nulla al mondo può essere più grande della nostra volontà di essere sempre quello che Dio vuole. Nulla! Neanche la più grande tempesta, neanche la più piccola tempesta, può separarci dalla misericordia di Dio.Nulla!

Oggi, con questo bellissimo omaggio che ho ricevuto dalle madri missionarie, sono stata davvero molto felice. Mi sono sentita veramente incoronata dall'amore di ognuna di queste figlie. E questo rende il mio Cuore ancora più colmo di gratitudine verso la Santissima Trinità, per tutto. Anche di fronte a una situazione così triste che l'umanità sta vivendo, sta attraversando. Anche di fronte a una sofferenza così grande che oggi vediamo verificarsi nella vita di ognuno. Abbiamo molto da ringraziare il Cielo!

Innanzitutto, perché devi saper vincere i momenti difficili della vita non con l'orgoglio, non con l'invidia, ma con l'umiltà. Nessuno può dimenticare che è stato uno di quei dodici apostoli a rinnegare Gesù, a consegnare Gesù.
Ma il cammino è fatto di momenti difficili e di momenti facili, più difficili che facili, e quelli difficili fanno sì che mettiamo l'amore come base della vita.

Per questo vorrei che l'ultimo giorno di questo mese, che significa tanto per me - e per voi qui nella vostra nazione, che state vivendo una notte di ringraziamento - vorrei che fosse un giorno di lotta per la pace. Sono la Madre della Pace, figli!

Quest'anno vi ho chiesto molto di pregare per la pace, specialmente nel mondo e nelle famiglie. E non potete dimenticare che voi siete una famiglia, siete una comunità, un popolo di Dio, un esercito di Dio.

Non devi lasciarti prendere dalla vergogna nei momenti in cui sei spesso debole. Il momento di debolezza serve a farti crescere. E io vorrei che voi qui vi sentiste come una famiglia, come fratelli. E che i momenti difficili della vostra vita restaurassero la vostra fede, il vostro amore, la vostra ricerca di essere realmente quello che il Cielo desidera.
Perché dipende da noi, dipende da ognuno di noi essere quello che il Cielo veramente desidera: speranza, pace, carità, fraternità, amore, comunione con Cristo. Questo è quello che il Cielo ci chiede oggi.

Tutti voi che siete qui siete così importanti per l'opera di Dio. È chiaro che dovete vincere molte cose. Il mondo intero deve vincere, in particolare l'orgoglio. Deve vincere il nemico, perché il demonio è terribile. È distruttore! Distrugge, fa in modo che il veleno sia molto presente qui sulla terra.

Oggi vediamo così poche vie che portano alla santità e così tante vie per distruggere la pace dei giovani, la gioia delle famiglie, la speranza dell'umanità.

Allora il dono più grande che potete farmi in questo ultimo giorno di questo mese così importante per me, figli miei, è la liberazione dei vostri cuori. Non lasciatevi deprimere, non lasciatevi rattristare dai momenti difficili.
Siate umili, abbiate la sapienza per comprendere che nulla nella vita avviene per caso e che tutto ha un significato, persino il dolore. Quando sappiamo come superare il dolore con l'amore, allora vinciamo.
Comprendiamo che  tante cose valgono la pena di essere vissute, come quando Gesù saliva il Calvario. Egli ha sentito un dolore molto grande, ma allo stesso tempo un amore più grande del dolore nel salvare ognuno di voi. A volte il mio dolore è molto grande, ma il mio amore è molto più grande.

Voglio vedervi come un esercito! Il mondo oggi ha bisogno di un esercito forte. Se questo esercito qui fosse composto solo da persone che sono già preparate, non avrebbe senso la mia venuta qui sulla Terra, né il mio richiamo.

Gesù ha detto: "Sono venuto affinché tutti abbiano vita piena, soprattutto quelli che sono infermi, malati".
È necessario che tutti abbiano unità nel cuore e ricordare che quest'anno è un anno di tribolazione, un anno di grande difficoltà. Ecco perché abbiamo bisogno di comprendere che il significato della nostra vita è la grazia di Dio. Niente è più grande, niente è superiore, niente è più significativo per noi della grazia di Dio, figli.

Andiamo avanti. Dio ha tanto bisogno di te. Dio ha molto bisogno di noi, della nostra unione.

Sono stata molto felice di ricevere oggi questo bellissimo omaggio dalle madri e missionarie. Questo consola il mio Cuore, conforta la mia anima.

Con grande affetto, in questo momento desidero benedirvi.

In questo momento la Madonna benedice tutti i presenti mentre intonano il canto: "Dacci la tua benedizione..."

Cari e amati figli!
Vi ho benedetti con tanto amore!

Sono stata immensamente felice per questo momento di preghiera. Dio è così buono!

Oggi offrirete anche il vostro giorno di digiuno. Offritelo per la pace. Offritelo affinché nulla in questo mondo sia per voi motivo di vacillare, ma piuttosto motivo di lottare.

Quando guardi il mondo e vedi la sofferenza del bambino, la sofferenza del giovane, la sofferenza della famiglia, quello di cui hai più bisogno è combattere.
Allora dico a voi figli: non scoraggiatevi adesso! Dio ha molto bisogno di te! È inutile abbandonare la croce. Chi la abbandona soffre molto più di chi la porta, perché l'amore è sempre più grande del dolore e la forza è molto superiore a qualunque debolezza.

Rimanete della pace!

Faccio gli auguri a tutti quelli che compiono gli anni.

A chi mi hanno offerto questi bellissimi fiori, dono il mio Cuore di Madre! Ora vado, il Signore mi chiama. Ecco la Serva del Signore!
Mensagem de 31 de Maio de 2002

Queridos e amados filhos!
Neste momento de oração, primeiramente eu me sinto imensamente feliz.

Este mês é um mês que é muito especial para o meu Coração de Mãe, porque, como eu lhes disse, eu me sinto feliz por ser vossa Mãe. Sinto-me imensamente feliz por ajudar a cada um de vocês a vencer. E tenho certeza, meus filhos, que nada no mundo pode ser maior do que a nossa vontade de ser aquilo que Deus quer sempre. Nada! Nem mesmo a maior tempestade, nem mesmo a menor tempestade pode nos separar da misericórdia de Deus. Nada!

Hoje, com esta linda homenagem que eu recebi das mães missionárias, eu fiquei realmente muito feliz. Senti-me verdadeiramente coroada com o amor de cada uma destas filhas. E isso faz-me ainda mais com o Coração cheio de agradecimento à Santíssima Trindade, por tudo. Mesmo diante de uma situação tão triste que a humanidade está vivendo, passando. Mesmo diante de um sofrimento tão grande que hoje nós estamos vendo acontecer na vida de cada um. Nós temos muito que agradecer ao Céu!

Primeiro porque você tem que saber vencer os momentos difíceis da vida não é com o orgulho, não é com a inveja, mas com a humildade. Ninguém pode esquecer que foi um daqueles doze apóstolos que negou a Jesus, que entregou a Jesus. Mas a caminhada se faz realmente de momentos difíceis e de momentos fáceis, mais difíceis do que fáceis, e os difíceis fazem com que tomemos como base na vida o amor.

Por isso eu gostaria que no último dia deste mês, que significa tanto para mim, e para vocês aqui na vossa nação, que estão vivendo uma noite de agradecimento, eu gostaria que fosse um dia de luta pela paz. Eu sou a Mãe da Paz, filhos!

Neste ano eu pedi muito para que vocês orassem pela paz, principalmente no mundo e nas famílias. E vocês não podem esquecer que vocês são uma família, são uma comunidade, é um povo de Deus, um exército de Deus.

Você não pode deixar se envergonhar nos momentos em que você é muitas vezes fraco. O momento de fraqueza serve para você crescer. E eu gostaria que vocês aqui se sentissem como família, como irmãos. E que os momentos difíceis da vida de vocês restaurem a fé de vocês, o amor de vocês, a vivência em busca de ser realmente o que o Céu deseja. Porque depende de nós, depende de cada um de nós ser aquilo que realmente o Céu deseja: esperança, paz, caridade, fraternidade, amor, comunhão com Cristo. Isto é que o céu hoje nos pede.

Todos vocês que estão aqui são tão importantes para a obra de Deus. É claro que muitas coisas vocês precisam vencer. O mundo inteiro precisa vencer, principalmente o orgulho. Precisa vencer o inimigo, porque o demônio é terrível. Ele é destruidor! Ele destrói, faz com que o veneno se faça muito presente aqui na Terra.

Hoje nós vemos tão poucos caminhos para levar à santidade e tantos caminhos para destruir a paz dos jovens, a alegria das famílias, a esperança da humanidade.

Então o maior presente que vocês podem me dar neste último dia deste mês tão importante para mim, meus filhos, é a libertação do seus corações. Não se deixem deprimir, não se deixem entristecer pelos momentos difíceis. Sejam humildes, tenham sabedoria para compreender que nada na vida é por acaso, e que tudo tem um significado, até a dor. Quando nós sabemos superar a dor com amor, a gente vence. A gente compreende que valem à pena tantas coisas, como Jesus naquele momento em que ia subindo o Calvário. Ele sentiu uma dor muito grande, mas ao mesmo tempo, um amor maior do que a dor em salvar a cada um de vocês. Às vezes a minha dor é muito grande, mas, o meu amor é muito maior.

Eu quero ver vocês como um exército! O mundo hoje precisa de um exército forte. Se este exército aqui fosse formado apenas por pessoas que já têm preparação, não teria sentido a minha vinda aqui na Terra, nem o apelo.

Jesus disse: "Eu vim para que todos tenham vida plena, principalmente aqueles que estão enfermos, doentes." É preciso cada um ter unidade no coração e lembrar que este ano é um ano de tribulação, é um ano de muita dificuldade. Por isso a gente precisa compreender que o sentido da nossa vida é a graça de Deus. Nada é maior, nada é mais superior, nada é mais significativo para nós do que a graça de Deus, filhos.

Vamos seguir em frente. Deus precisa muito de você. Deus precisa muito de nós, da nossa união.

Eu fiquei muito feliz de receber hoje esta linda homenagem das mães e missionárias. Isso me consola o Coração, me conforta a alma.

É por isso que, com muito carinho, eu vou lhes abençoar.

Neste momento Nossa Senhora abençoa a todos os presentes, enquanto cantam: dai-nos a benção...

Queridos e amados filhos!
Eu abençoei-lhes com muito amor!

Fiquei imensamente feliz com este momento de oração. Deus é tão bom!

Hoje vocês também hão de oferecer o vosso dia de jejum. Ofereçam pela paz. Ofereçam para que nada neste mundo seja motivo para vocês vacilarem, mas sim que seja motivo para vocês lutarem.

Quando você olha para o mundo e vê a criança sofrendo, o jovem sofrendo, a família sofrendo, o que mais você precisa é lutar. Então eu digo para vocês, filhos: Não desanimem agora! Deus precisa muito de você! Não adianta abandonar a cruz. Todo aquele que abandona, sofre muito mais do que aquele que a carrega, porque o amor é sempre maior do que a dor, e a força é muito superior a qualquer fraqueza.

Fiquem em paz!

Parabenizo a todos os aniversariantes aqui presentes.

A quem me ofertou lindas flores, eu dou o meu Coração de Mãe! Agora eu vou, o Senhor me chama, e eis aqui a Serva do Senhor!


messaggi precedenti
storia delle apparizioni
video storico sulle prime apparizioni
sito ufficiale con testi e audio in lingua originale
canale youtube con i video delle apparizioni
pagina facebook