Le apparizioni a Piedade dos Gerais (1987 - in corso) - testi originali: www.valedaimaculadaconceicao.com.br

Messaggio del 11.01.2002

Cari e amati figli!
Con grande gioia e amore nel mio Cuore, vi accolgo con affetto in questo momento di fede, in questo momento così speciale!

Il Divino Spirito Santo è presente qui in mezzo a noi, insegnandoci ad amare, a perdonare, ad essere grandi ascoltatori del Cielo!

Il figlio saggio è quello che sa ascoltare, nel silenzio del suo cuore, Gesù che abita, Gesù che trasforma, Gesù che rinnova tutto il suo essere!

Vorrei chiedervi che il primo atto di questa sera sia un atto di ringraziamento a Dio.
Ringraziamo Dio per questo giorno di grazia, che è il giorno del digiuno. Ringraziamo Dio per questo momento di fede, per la presenza dei bambini, dei giovani, dei figli e delle figlie che sono venuti da così lontano per ricevere le benedizioni del Cielo.
Ringraziamo Dio per questa comunità, per ogni figlio che vive qui in questa Valle di preghiera, affinché ci sia sempre più sapienza, discernimento, umiltà, carità e volontà di lottare per una vita nuova. Soprattutto tu padre, tu madre, tu giovane, tu bambino, che dedichi la tua vita ad essere un operaio di Gesù.

Chiedi a Gesù di renderti un operaio degno, un operaio saggio, un operaio santo. Chiedi a Gesù di concederti tutta la forza di cui hai bisogno per poter amare, perdonare e contribuire alla tua crescita spirituale, perché il perdono e l'amore sono essenziali nella crescita spirituale per Dio, per la grazia di Dio, per l'opera di Dio.

Quest'anno è un anno difficile, perché è un anno di tribolazioni, sofferenze, tristezze, di molte persecuzioni del male, che con le sue tentazioni e malizie vuole portare ogni giorno di più questo mondo alla grande perdizione.
Quanti stanno perdendo lo splendore della vita, la fede, la condivisione, la carità, il perdono.

Quanti oggi stanno vivendo completamente ciechi, completamente pagani! Quanti non sanno più ascoltare il Cielo! Quanti non hanno più la forza di piegare le ginocchia davanti a Gesù nel Santissimo Sacramento e dire: "Signore! Coprimi con la tua luce! Difendimi con la tua luce! Dammi la grazia di amare, di perdonare, di aiutare, di servirti con tutta la mia anima".
Quanti sono quelli che mancano di discernimento, di umiltà, di carità nella loro anima! Quanti si lasciano coinvolgere solo dalle cose tristi del mondo, si perdono nelle cose tristi del mondo.

È sempre necessario chiedere, figli. Quest'anno vi ho chiesto di pregare per il Santo Padre il Papa, per tutta la Santa Chiesa, affinché ci sia più rispetto e dignità nella vita di tutti i cristiani, affinché ci sia più fede nella vita di tutta la Chiesa, che sei tu.

Hai mai fatto, a un certo punto della tua vita, un esame di coscienza? Ami Dio al di sopra di ogni cosa, come è necessario amare? Sai perdonare tutte le volte che devi perdonare?

Oh, figli miei! Quante volte l'orgoglio vi acceca. L'egoismo vi acceca, vi domina!

Quante volte siete deboli, increduli! Quante volte non sapete avere umiltà e dire: "Mio ​​Signore e mio Dio, sia fatto nel mio cuore secondo la tua volontà".

Vi chiedo questo perché so che state vivendo i tempi difficili, tempi di terribili tempeste di dolore.
Per questo è necessario pregare e confidare, amare e lottare per una società cristiana degna e meritevole di rispetto, di obbedienza, in particolare ai Comandamenti, al Vangelo, perché oggi le persone non rispettano più i Comandamenti, non vivono più il Santo Vangelo.

Oggi Gesù dice: “Quante volte sono solo nel tabernacolo e ti aspetto!”.

Figli! Il mondo ha bisogno di una conversione urgente, perché i giorni passano e il mondo si avvicina a una grande trasformazione, che non sarà la fine di questo mondo, ma la fine della miseria, del peccato, della sofferenza.

Quante anime oggi si stanno perdendo!
Quanti figli di Dio oggi si stanno condannando!

Questo mondo offre solo dolore, perché l'uomo ha dimenticato di essere degnamente fedele a Dio, non vive più i valori della vita, non ha più rispetto.
Tutti vogliono vivere come vogliono e non come Dio vuole che tu viva, nella grazia di Dio, il Padre che ti ama, che ti ha dato la vita, che ti ha creato, che ha profumato il tuo cuore e la tua anima.

Per questo, vi chiedo: ora è il momento! Ora è il momento per te di meditare, riflettere, fermarti, guardare dentro di te e cercare una vita nuova.

Questa Valle è il luogo in cui un giorno il Cielo si è manifestato per essere una grande fonte di acqua pura e cristallina, per placare la sete del mondo nel tempo in cui il mondo si sarebbe sentito completamente assetato di giustizia e fede.
E oggi, figlio, quante volte sei qui e non riesci a placare la tua sete. Il tuo cuore è completamente arido, totalmente pieno di sofferenza.

Cerca la via della liberazione, cerca la via della vita nuova, che trovi solo in Dio.

Esamina la tua coscienza! Dio ama ognuno di voi.

Gesù ha detto: "Dio detesta il peccato, ma ama il peccatore!"

Allora fermati e medita: sei degno di questo amore che Dio ha per te, figlio? Perché Dio ti ama tanto e spesso il Cielo ti parla e tu ascolti così poco?
Con questa tribolazione che verrà vedrete che, attraverso il dolore, il mondo tornerà a Dio.

Se non è per amore, sarà per il dolore.

Io spero solo che siate preparati, consapevoli, umili, con i cuori dediti alla carità, perché d'ora in avanti le tempeste diventeranno sempre più oscure e più forti.
Non dovete avere paura, ma avere fiducia nella preghiera, preparare i vostri cuori e non vivere la vita giocando.
È tempo di grazia, di conversione, è tempo di rendersi conto che senza Dio nessuno può vincere.

Oggi voglio benedirvi con grande affetto.

In questo momento la Madonna benedice tutti ...

Cari e amati figli!
Ho benedetto tutti voi. Ho benedetto i figli e le figlie che sono venuti da lontano, i bambini, i giovani, i padri, le madri, i missionari e le missionarie.

Oggi, in modo molto speciale, ho benedetto tutti voi che avete vissuto questo giorno di grazia.
Il digiuno è molto più di una penitenza, il digiuno è una grazia, è una benedizione di Dio
, è un supporto molto speciale per il sostegno spirituale di questa comunità, per questa famiglia che oggi desidera tanto ascoltare il Cielo e vivere con dignità quello che il Cielo realmente chiede, insegna e ci guida a vivere, con sapienza e con molto amore.

Lascio con voi il mio Cuore! Con gioia porto il vostro cuore con me! A chi mi ha offerto bellissimi fiori, dono il mio Cuore di Madre.
Ora vado, il Signore mi chiama. Ecco la Serva del Signore!
 
Mensagem de 11 de Janeiro de 2002

Queridos e amados filhos!
Com grande alegria e amor em meu coração, eu os acolho carinhosamente neste momento de fé, neste momento tão especial!

O Divino Espirito Santo se encontra presente aqui no nosso meio, nos ensinando a amar, a perdoar, a cada um ser um grande ouvinte do Céu!

O filho sábio é aquele que sabe ouvir, no silêncio do seu coração, Jesus habitar, Jesus transformar, Jesus renovar todo o seu ser!

Eu pediria para vocês que o primeiro ato dessa noite de hoje fosse um ato de agradecimento a Deus. Vamos agradecer a Deus por este dia de graça, que é o dia do jejum. Vamos agradecer a Deus por este momento de fé, pela presença das crianças, dos jovens e dos filhos e filhas que vieram de tão longe para receber as bênçãos do Céu. Vamos agradecer a Deus por esta comunidade, por cada filho que vive aqui neste Vale de oração, para que haja cada dia mais sabedoria, discernimento, humildade, caridade e vontade de lutar por uma vida nova, principalmente você, pai, você mãe, você jovem, você criança, que dedica a sua vida a ser um operário de Jesus.

Peça a Jesus que te faça um operário digno, um operário sábio, um operário santo. Peça a Jesus que te conceda todas as forças necessárias para que você possa amar, possa perdoar e contribua para o seu crescimento espiritual, porque o perdão e o amor são essenciais na vida de um crescimento espiritual para Deus, para a graça de Deus, para a obra de Deus.

Neste ano, que é um ano difícil, por ser um ano de tribulações, de sofrimentos, de tristezas, de muitas perseguições do mal, com as suas tentações, malícias, querendo cada dia mais levar este mundo a grande perdição, porque quantos que estão a perder o brilho da sua vida, a fé, a partilha, a caridade, o perdão.

Quantos que hoje estão vivendo completamente cegos, completamente pagãos! Quantos que já não sabem mais ouvir o Céu! Quantos que já não têm mais forças para dobrar os joelhos a Jesus no Santíssimo Sacramento e dizer: Senhor! Cubra-me com Tua luz! Defenda-me com Tua luz! Dê-me a graça de amar, de perdoar, de ajudar, de servir-Te com toda a minha alma. Quantos são aqueles que não têm o discernimento, a humildade, a caridade em sua alma! Quantos que se deixam apenas envolver com as coisas tristes do mundo, se perder nas coisas tristes do mundo.

É sempre preciso pedir, filhos. Este ano eu pedi para vocês orarem pelo Santo Padre o Papa, por toda a Santa Igreja, para que haja mais respeito e dignidade na vida de todos os cristãos, para que haja mais fé na vida de toda a Igreja, que é você.

Será que em algum momento da sua vida você já fez um exame de consciência? Será que você ama a Deus acima de todas as coisas, como é preciso amar? Será que você sabe perdoar quantas vezes for preciso que você perdoe?

Oh, meus filhos! Quantas vezes o orgulho lhes cega. O egoísmo lhes cega, lhes domina!

Quantas vezes que vocês são fracos, incrédulos! Quantas vezes que vocês não sabem ter aquela humildade e dizer: Oh, meu Senhor e meu Deus, faça-se em meu coração segundo a Tua vontade.

Eu peço isso para vocês, porque eu sei que vocês estão vivendo os tempos difíceis, tempos de terríveis tempestades de dor. Por isso, é preciso orar e confiar, amar e lutar por uma sociedade cristã digna e merecedora do respeito, da obediência, principalmente aos Mandamentos, ao Evangelho, porque hoje as pessoas não têm mais respeitado os Mandamentos, não têm mais vivido o Santo Evangelho.

Hoje, Jesus clama, dizendo: “Quantas vezes que Eu estou sozinho esperando por você! Diante dos Sacrários, esperando por você!”

Filhos! O mundo precisa de uma conversão urgente, porque os dias estão passando, e o mundo se aproxima de uma grande transformação que não será o fim deste mundo, mas o fim da miséria, do pecado, do sofrimento.

Quantas almas que hoje estão se perdendo. Quantos são os filhos de Deus que hoje estão se condenando.

Este mundo só oferece dor, porque o homem esqueceu de ser dignamente fiel a Deus, não vive mais os valores da vida, não tem mais respeito. Cada um quer viver como quer e não como Deus quer que você viva, diante da graça dEle, o Pai que te ama, que te deu a vida, que te criou, que perfumou o seu coração e a sua alma.

Por isso, eu peço para vocês: Agora é o momento! Agora é o momento de você fazer uma meditação, refletir, parar, olhar para dentro de você e procurar uma vida nova.

Este Vale é o lugar que um dia o Céu se manifestou para ser uma grande fonte de água pura e cristalina, para matar a sede do mundo, no tempo em que o mundo se sentiria completamente com sede da justiça e da fé, e hoje, filhos, quantas vezes que você está aqui presente e você não sabe nem sequer saciar a tua sede. Está com o seu coração completamente seco, completamente cercado por tanto sofrimento.

Procure o caminho da libertação, procure o caminho da vida nova, que você só encontra em Deus.

Examine a sua consciência! Deus ama a cada um de vocês.

Dizia Jesus: “Deus detesta o pecado, mas ama o pecador!”

Então, pare e medite: Você é digno deste amor que Deus lhe tem, filho? Porque Deus lhe ama tanto e muitas vezes o Céu lhe fala e tão pouco você escuta? Só que mediante a essa tribulação que virá, vocês vão enxergar que pela dor o mundo se voltará a Deus.

Se não for pelo amor, vai ser pela dor.

Eu só espero que vocês estejam preparados, conscientes, com humildade, com os corações voltados à caridade, porque as tempestades daqui pra frente surgirão cada dia mais tenebrosas, fortes, e vocês não precisam ter medo, mas ter confiança na oração, preparar os seus corações e não viver uma vida brincando. É tempo de graça, de conversão, tempo de se conscientizar que sem Deus ninguém pode vencer.

Hoje eu quero abençoar com todo carinho a todos vocês.

Neste momento Nossa Senhora abençoa a todos...

Queridos e amados filhos! Eu abençoei a todos vocês. Abençoei os filhos e filhas que vieram de tão longe, as crianças, os jovens, os pais, as mães, os missionários e missionárias.

E hoje de uma forma muito especial, eu abençoei a todos vocês que fizeram este dia de graça. O jejum é muito mais do que uma penitência, o jejum é uma graça, é uma bênção de Deus, é um sustento muito especial para o sustento espiritual desta comunidade, para esta família que hoje deseja tanto ouvir o Céu e viver com dignidade aquilo que o Céu realmente pede, ensina e nos conduz com sabedoria e com muito amor a vivermos.

Deixo com vocês o meu coração! Levo com alegria o coração de vocês comigo! A quem me ofertou lindas flores eu dou o meu Coração de mãe. Agora eu vou, o Senhor me chama. Eis aqui a Serva do Senhor!


messaggi precedenti
storia delle apparizioni
video storico sulle prime apparizioni
sito ufficiale con testi e audio in lingua originale
canale youtube con i video delle apparizioni
pagina facebook